Coisa que todo fan de Star Wars precisa saber

Índice

Star Wars é sem sombra de dúvidas a série de filmes mais importante da cultura pop. Ela foi lançada em 1977, tendo como criador o renomado cineasta George Lucas. A poderosa franquia, desde sua criação, conquistou milhões de fãs de diferentes gerações ao redor de todo o mundo e inspirou tantas outras produções.

Após ser adquirida pela Disney a franquia não para de ter o seu universo expandido, o que realmente é ótimo para os fãs, pois o sentimento de nostalgia e pertença continua em cada nova produção que é lançada, seja ela filme, série, jogo, livro, animação, dentre outros.

No entanto, a expansão do universo cinematográfico da franquia pode ter um problema: a identificação de datas, ou seja, a ordem cronológica de todo o universo. Daí surgem perguntas como: Qual foi o primeiro filme da saga Star Wars? Em que ano se passa a história de Star Wars? Quais são as ordens dos filmes?

Em que ano se passa a história de Star Wars?

O primeiro filme da saga Star Wars lançado, 25 de maio de 1977, foi o que chamamos de Episódio IV – Uma Nova Esperança (é o quarto filme na ordem cronológica).

A princípio, pode parecer um pouco confuso a ordem cronológica e a ordem de lançamento, mas com a nossa ajuda ficará fácil de entender.

Na saga, o tempo é contado levando em consideração a Batalha de Yavin, que ocorre no Episódio IV, onde a Estrela da Morte é destruída. A partir de então a história do universo é dividida e contada antes dessa batalha, algo como o nosso antes e depois de Jesus Cristo, (a.C e d.C).

Nesse sentido, no caso da saga a abreviatura seria BBY – Before the Battle of Yavin – ou seja, antes da Batalha de Yavin e ABY – After the Battle of Yavin – depois da Batalha de Yavin.

Atualmente, a cronologia na famosa saga se divide em 03 eras, a saber:

República – Período antes da ascensão do grande vilão Darth Vader até o Império.

Rebelião – Período abordado no primeiro filme, onde a Aliança Rebelde combate o famigerado Império de Darth Vader.

Resistência – Período abordado pelos filmes atuais, em que a Ordem Jedi tenta o seu reestabelecimento.

Quais são as ordens do Star Wars?

Quanto a ordem para assistir aos filmes da franquia ela pode variar de acordo com cada fã, pois ele pode seguir a ordem de lançamento, ou seja, ordem em que os filmes foram para o cinema ou seguir a linha cronológica. Entretanto, existe uma sequência para lá de especial que proporciona maior conexão entre o fã e a saga.

Essa sequência recebe o nome de “Ordem Ernst Rister”, que leva o nome do fã responsável por criá-la. Essa ordem, de acordo com o criador e muitos fãs, gera maior profundidade e emoção em relação ao universo e seus personagens.

Confira agora a lista:

Uma Nova Esperança – Episódio IV (1977);

Rogue One: Uma História Star Wars – (2016);

O Império Contra-Ataca – Episódio V: (1980);

A Ameaça Fantasma – Episódio I: (1999);

Ataque dos Clones – Episódio II: (2002);

A Vingança dos Sith – Episódio III: (2005);

Han Solo: Uma História Star Wars: (2018);

O Retorno do Jedi – Episódio VI: (1983);

O Despertar da Força – Episódio VII: (2015);

Os Últimos Jedi – Episódio VIII: (2017);

A Ascensão de Skywalker – Episódio IX: (2019).

Com essa poderosa lista em mãos é possível iniciar uma boa maratona com a família e os amigos e (re) assistir da melhor maneira possível e se tornar cada vez mais um grande especialista na franquia e explicar para aqueles que não conhecem esse fantástico universo que conquistou milhões de fãs ao redor do mundo através de mais de 40 anos.

O que inspirou Star Wars?

Essa é uma pergunta que muitos fãs da saga fazem e debatem, pois só mesmo sendo um grande nerd e bebendo de diversas fontes para criar um universo tão complexo, mas tão cativante como o da saga.

Certa vez, perguntado acerca do universo que estava criando George Lucas disse que “Star Wars deve ser algo muito familiar, mas ao mesmo tempo não ser nem um pouco familiar”.

Além da própria criatividade do criador, reza a lenda que algumas obras como Flash Gordon Conquista o Universo (1936), Metrópolis (1927), A Fortaleza Escondida (1958), Rastros de Ódio (1956), Valérian et Laureline (1967), dentre outras tenham influenciado fortemente a criação dessa grande obra, coisa que o cineasta nunca negou.

Seja como for, o importante é que ele deu vida a algo que encanta uma multidão de pessoas, em todos os continentes e diversas culturas, algo que também é representado no seu próprio universo. Talvez, esse seja um dos segredos para que a saga tenha tanto sucesso e perdure até os dias de hoje, não é mesmo?

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp